Missa de posse de Dom Geremias

Missa de posse de Dom Geremias

No dia 12 de Agosto, tomou posse como o quinto Arcebispo de Londrina, Dom Geremias Steinmetz.

Sua posse ocorreu solenemente na Catedral metropolitana de Londrina, com a presença de vários bispos do estado do Paraná, do clero da Arquidiocese de Londrina e também estiveram presentes autoridades civis, como os prefeitos que compõem a Arquidiocese de Londrina como outros políticos.

A posse começou com as leituras apostólicas, discursos de recepção ao novo bispo, rezou na frente do sacrário pela nova missão e após isso Dom Geremias Steinmetz recebeu das mãos de Dom Orlando Brandes e Dom Manoel João Francisco o báculo que significa o pastoreio.

Já vestido com as vestes litúrgicas ele entrou novamente em procissão com os decanos e se sentou pela primeira vez na cátedra para começar a missa.

Em sua homilia ele agradeceu ao Cardeal Dom Geraldo Majella, Dom Orlando Brandes e Dom Manoel João Francisco pelos serviços prestados a Arquidiocese de Londrina e também destacou que Dom Orlando e Dom Manoel foram pessoas especiais na formação presbiteral.

O Despertar Vocacional entrevistou Dom Geremias em seu primeiro encontro com os seminaristas no seminário Paulo VI.

Despertar Vocacional: Dom Geremias, como o senhor vê a formação dos seminaristas na Arquidiocese de Londrina?

Dom Geremias: bem os primeiros momentos que estamos nos encontrando para conversar um pouquinho, é justamente nessa noite, para ter uma visão de como os seminaristas estão sendo acompanhados e acima de tudo, a qualidade da formação dos futuros padres da nossa Arquidiocese. Então certamente é um trabalho importante que já está sendo feito especialmente pela história da Arquidiocese de londrina, esperamos que esse trabalho possa continuar dando bons frutos.

DV: como o senhor pretende acompanhar os seminaristas na sua formação presbiteral?

DG: em primeiro lugar, pretendo agora conversar com os reitores e os que acompanham a formação muito diretamente, para poder assim estabelecer um outro critério, e marcar uma outra data para estar mais próximo com os seminaristas assim que possível. Mas certamente uma celebração de vez em quando para poder marcar essa presença, também com retiros para marcar essa presença qualificado do bispo no seminário.

DV: Dom Geremias, quais são as três coisas que uma seminarista precisa para viver bem a formação?

DG: eu diria que o estudo é a primeira coisa, e depois o trabalho e a oração, que correspondem a três questões fundamentais da vida de qualquer pessoa e especialmente de quem quer ser padre. Então estudar porque o padre não pode ser um ignorante na cultura, nas sagradas escrituras, na teologia e nas coisas da igreja e também o padre precisa ser versado nas coisas do mundo. O trabalho, porque todos temos que nos dedicar de tal forma com qualidade e profissionalismo nas coisas que fazemos. Então o padre que não gosta de trabalhar não tem vocação para ser padre, então o trabalho desde o seminário ter que ser exigido e bem feito é um indicativo muito sério e realista daquilo que será no futuro, se não se trabalha na juventude, no seminário, muito menos ele trabalhara depois de padre. Então isso é m indicativo fundamental para a gente discernir a vocação de alguém, o estudo, o trabalho e a oração, porque o padre é um homem de Deus enviado por Deus e precisa ter clareza nos seus diálogos diários, diálogos constantes, para realmente poder fala em nome dele.

DV:  Dom Geremias, qual sua mensagem para os vocacionados nesse mês vocacional de Agosto?

DG: Os vocacionados estão em todos os níveis, as muitas vocações que a Igreja tem, as quatro fundamentais são sacerdócio, vida religiosa, familiar e o laicato, que está num lugar muito importante para a vida da Igreja, para que o mundo possa ter realmente à presença de Jesus Cristo. O leigo é alguém que é o coração do mundo na igreja e ao mesmo tempo é o coração da Igreja no mundo.

36553862105_16f198517a_o 36411028921_193ca6390a_o 36410447111_5d644c84b6_o 36380302102_aec8f896eb_o 36370667642_e521f16072_o 35713430704_03a828c17c_o 35704948884_fa97b3731a_o

Texto: Gustavo Henrique e Lucas Emanuel

Fotos: PASCOM Arquidiocesana

Deixe uma resposta