Corpus Christi e o Sacerdote

Corpus Christi e o Sacerdote

Celebramos na primeira quinta-feira depois do domingo da Santíssima Trindade a Solenidade do Santíssimo Sacramento do Corpo e do Sangue de Cristo, mais conhecida como festa de Corpus Christi.

A solenidade teve início na diocese de Liège (Bélgica), por iniciativa de Santa Juliana de Mont Cornillon, que tinha visões nas quais Jesus pedia uma festa em honra ao Santíssimo Sacramento. Em junho de 1246 a festa foi instituída de modo local e, em outubro de 1264, o Papa Urbano IV estendeu a solenidade para toda a Igreja.

Esta grande festa nos é oportunidade de louvar a nosso Deus pelo preciosíssimo dom de si mesmo na Eucaristia. E juntamente a isso refletir sobre aquele por meio do qual este dom é dado a cada um de nós, o sacerdote, chamado por Deus a celebrar junto a Cristo o sacrifício que redime o mundo, e a trazer em suas mãos este corpo adorável.

São João Maria Vianney dizia: “Oh! como o sacerdote é algo sublime! Se ele se apercebesse morreria… Deus lhe obedece: diz duas palavras e Nosso Senhor desce do céu.” De fato, sem este agraciado homem não seria possível ao mundo provar o Pão dos Anjos.benção

Mas o papel de proximidade do sacerdote com Cristo não ocorre apenas na transubstanciação: pelo padre Jesus continua a perdoar pecados na confissão, curar enfermos na unção, receber as almas na Vida pelo batismo, ensinar ao seu povo nas homilias e pregações.

Certamente vemos no sacerdote o reflexo do mistério por ele celebrado, podemos usar da imagem do padre caminhando com a Eucaristia pelas ruas na festa de Corpus Christi, nele Jesus ganha mãos e pés, ganha rosto, com olhar e sorriso.

Desta forma entendemos o que o Cura D’ars quis dizer com a frase: “Se tivéssemos fé, veríamos Deus oculto no sacerdote, como a luz por trás da vidraça, como vinho misturado na água.”

Jesus oferece a Eucaristia

No sacerdote vemos o amor de Cristo permanente no meio de nós, e quando alguém recebe este chamado, sinta-se instrumento deste amor que quer reinar em todos os corações!

Deixe uma resposta