Estágio vocacional – Setembro

Estágio vocacional – Setembro

Aconteceu hoje o estágio vocacional do mês de setembro. Contamos com presença ilustre do Cardeal Dom Geraldo Magela Agnelo, falamos muito sobre a vocação sacerdotal diocesana e também religiosa, e refletimos também sobre a estrutura da Igreja.

Pela manhã após o momento de acolhida, tivemos um café e logo partimos para a animação, seguido por um momento de oração onde cada vocacionado agradeceu pelo dom da sua vida, pela oportunidade de estar aqui, e pelo belo dia que o Senhor nos proporcionou.

A primeira palestra foi sobre a estrutura da Igreja, onde o Pe. Edivan (Reitor do Seminário Propedêutico) nos trouxe a realidade hierárquica eclesial, frisando que a Igreja não é democracia, mas sim uma hierarquia, onde a obediência é algo primordial para manter a unidade e colegialidade. Enfatizou a importância de compreendermos os diferentes graus do ministério ordenado, que são três: diaconato (1º grau), presbiterato (2º grau) e episcopado (3º grau) e distinguiu a função de cada um deles.

No segundo momento tivemos adoração ao Ss. Sacramento, onde diante da presença de Jesus Eucarístico adoramos o Senhor de nossas vidas e vocações, momento este de intimidade que pedimos pelos sacerdotes de nossa arquidiocese, para que aconteça uma restauração em suas caminhadas e que fortalecidos por Deus continuem a sua missão aqui na terra.

Finalizamos a nossa manhã com o ápice de nossa fé, a Santa Missa, presidida pelo Cardeal Dom Geraldo. Em sua homilia, o Cardeal nos disse “que a Igreja não é uma empresa, muito menos uma democracia, ela é Comunhão de pessoas, que comungam a mesma fé, esperança e caridade. Para isso existe uma hierarquia que não é para dar ordens, nem ser mais importante uns dos outros, mas para servir… Quem chama é Deus, é Ele que toca o coração de cada um, mas para isso precisa ter abertura, escuta, simplicidade e sinceridade. O sacerdócio não é meio de vida, solução de problemas, buscar status, mas um serviço, uma missão”.

No período da tarde falou-se especificamente do nosso carisma diocesano, e seu discernimento. Onde os reitores, Pe Edivan, Pe. José Primão (Reitor do Seminário Filosófico) e Pe. Isaac (Reitor do Seminário Teológico) responderam algumas dúvidas de nossos vocacionados e destacaram pontos importantes. “O padre diocesano tem duas coisas essenciais em seu carisma: Celebrar a Eucaristia e a liturgia das horas” (Pe. Edivan) e ser a figura do Bom Pastor, aquele que dá a vida pelas suas ovelhas e que as acompanha do início ao fim. “Vejo na vocação diocesana a concretude dos carismas, onde posso servir cada realidade pastoral na Igreja” (Pe. Isaac). E nesse processo de discernimento vocacional, “é necessário dar passos, pois o caminho se faz caminhando” (Pe. José Primão).

Agradecemos a Deus por esse estágio vocacional, e por todos que nos ajudaram e rezaram, e desde já rezamos pelo próximo encontro que acontecerá no dia 30 de outubro.

Sagrado Coração de Jesus, eu confio e espero em Vós.

Texto: Seminaristas Lucas Ehlke e Emanuel Pereira

Fotos: Sem. Marcelo Aparecido

Deixe uma resposta